Nova Associação realiza primeiro campori

Mais de mil desbravadores participaram do I Camporee da Associação Sul Espírito-Santense (ASES), no Parque de Exposições de Afonso Cláudio. Com o tema “Nossa Herança” o líder dos desbravadores no sul do Estado, Luiz Cláudio Leite, enfocou a região de Afonso Cláudio - berço da Igreja Adventista no Espírito Santo - e as origens dos Desbravadores. O prefeito da cidade, Wilson Costa, e o secretário de Meio Ambiente, Valdivino Pagotto, estiverem presentes e receberam placas comemorativas.“Os primeiros missionários chegaram ao Espírito Santo pela região de Afonso Cláudio, onde foi construída a primeira Igreja. Queremos que os nossos desbravadores conheçam e se identifiquem com a sua história como membros da Igreja Adventista e do Clube de Desbravadores, e com isso compreendam que eles fazem parte de algo maior, que eles estão sendo preparados para a eternidade”, explica o pastor Luiz Cláudio. O evento aconteceu no mês de junho.Divididos em unidades juvenis e adolescentes - supervisionados pelos líderes - montaram seus acampamentos e prepararam a própria alimentação. A união, espírito de solidariedade e a vontade de superar desafios, característica marcante dos desbravadores, foram essenciais mediante as dificuldades que eles tiveram na noite de sexta-feira, devido à forte chuva que caiu sobre o acampamento. “Molhou tudo, as barracas inundaram e tivemos que colocar em prática tudo aquilo que aprendemos no Clube: manter os menores secos e abrigados, abrir valas, armar tendas, carregar madeira, pedras, fazer fogueiras. Esse foi o melhor Campori da minha vida”, afirma o desbravador Igor Moulin, 13 anos, do Clube Leão de Judá.
Neste clima solidário as mensagens do pastor Paulo Prazeres (Edessa), orador do evento, encontrou terreno fértil nos corações dos acampantes, o que resultou em quatro batismos na manhã de sábado. “Eu me senti tocado pelo Espírito Santo naquele momento, foi muito forte, eu não podia deixar pra depois”, conta emocionado Jeovane José Marvila Rocha, 9 anos, do Clube Monte Aghá.
À tarde cerca de 50 juvenis e adolescentes participaram da cerimônia de aceitação de lenço e se tornaram, oficialmente, desbravadores. “Superamos o desafio de fazer um Campori alegre e divertido, mas que também os preparassem para as provações que eles terão no futuro, principalmente as provações espirituais”.
Ainda para o líder Luiz Cláudio, as “dificuldades que tivemos com a chuva e a forma como os líderes e os desbravadores se mobilizaram para solucioná-los, mostra que estamos no caminho certo”, finaliza. [Equipe ASN – Carla Ferraz]

Um comentário:

  1. Faltou a data/ ano da realização deste evento histórico!!!

    ResponderExcluir